CORITIBA FOOT BALL CLUB

Skyscraper Fim do Boleto
Elenco - Sabino

26/04/2013 12:54:46 ( atualizada em 26/04/2013 12:55:04 )

O perfil dos goleiros do Coxa

O perfil dos goleiros do Coxa
Seu Nome:
Seu Email:
Mensagem:
Marque a opção abaixo

Conheça um pouco mais da história de cada dos “arqueiros” coxas-brancas no Dia dos Goleiros

Dizem que todo grande time começa por um bom goleiro e nesse quesito o Coritiba tem bons motivos para comemorar. Reconhecido por sempre contar com ótimos camisas número 1, o time alviverde busca se destacar também com a formação de bons talentos. Vanderlei é ídolo do torcedor, fez parte de conquistas importantes nos últimos anos, mas ao seu lado, outros personagens contribuem com o trabalho diário dos goleiros. Atualmente, o elenco principal conta com quatro bons goleiros e no dia deles o coritiba.com.br traça um perfil de cada um, para que o torcedor possa conhecê-los um pouco mais.

Além de Vanderlei, Vaná, Rafael Martins e Victor Brasil, o clube conta com outros goleiros em fase de transição, que por vezes já trabalham com a equipe principal. Tadeu, que hoje está emprestado ao Tupi de Minas, e Samuel, da equipe Sub-20, também incorporam esse grupo. “Acredito que o Coritiba tem um trabalho fantástico nesse setor. Trabalhei 19 anos no Palmeiras e o clube nunca contratou um goleiro e vejo o Coritiba com esse potencial. Minha maneira de trabalhar é ter perto dos grandes goleiros, meninos da base para que no dia-dia eles possam ver ídolos deles como é o Vanderlei, por exemplo. Treinar ao lado de grandes jogadores como o Coritiba tem hoje”, explica Carlos Pracidelli, treinador de goleiros do Coxa e da Seleção Brasileira.

 

Vanderlei #01

Após chegar ao Coritiba em 2007, Vanderlei foi conquistando seu espaço pouco a pouco. Destaque do estadual daquele ano com a camisa do ACP, que levantou a taça do Campeonato Paranaense, Vanderlei chegou ao Coxa para ajudar o clube no acesso à primeira divisão e contribuiu com a equipe na conquista do Brasileiro da Série B daquele ano. Fez ao longo desses anos dupla com Edson Bastos, que deixou o Coxa no ano passado. Ao longo desse período, Vanderlei seguiu colecionando títulos e feitos históricos com a camisa coritibana. Viveu momentos difíceis na história do clube, mas esteve leal ao projeto alviverde para também dar a volta por cima. Foi campeão estadual em 2008, 2010, 2011 e 2012, e Brasileiro da Série B em 2007 e 2010. Vanderlei esteve presente nas campanhas finalistas da Copa do Brasil e na conquista do recorde mundial de vitórias.

Assim, o camisa 01 foi conquistando o carinho do torcedor, com muito trabalho e conquistas dentro de campo. Atualmente, é o atleta do clube com mais tempo de casa e pode levantar seu sétimo título com a camisa do Coritiba neste ano. Um feito que o coloca entre os principais e mais vencedores personagens da história coritibana. Natural de Porecatu-PR, interior do estado, também é ídolo pela torcida do Paranavaí, o vermelinho do fim da linha, clube que o projetou dentro do estado. Entre as principais conquistas, sem dúvida, está estadual do ano passado, quando Vanderlei foi decisivo na disputa de pênaltis diante do Atlético-PR e defendeu uma das cobranças que no final rendeu o título ao alviverde.

 

Vaná #12

Natural de Planaltina, Distrito Federal, o goleiro Vaná completou 22 anos de idade nesta semana. Chegou ao Coritiba ainda nas categorias de base, e já coleciona títulos. Em 2010 esteve no grupo campeão da Taça BH. Chegou a ser emprestado ao Canoas (RS) e Chapecoense (SC), com destaque pelas equipes que passou. Em 2013, diante do Cianorte, no interior do estado, Vanaílson fez sua estreia com a camisa do Coritiba, na vitória alviverde por 2x0 sobre a equipe do Leão do Vale.

 



Rafael Martins #39

Com apenas 21 anos, Rafael Martins já têm história nas categorias de base do clube. Chegou ao Coritiba em 2007, ainda na categoria sub-17. A identificação com o clube e com ídolos do Verdão, fez com que Rafael ganhasse dos amigos o apelidos de “Bastinho”, uma homenagem ao goleiro Edson Bastos. Pouco a pouco, Rafael foi conquistando seu espaço e se aperfeiçoando, crescendo junto com o projeto escola de goleiros do clube. Em 2009, foi eleito o melhor goleiro na disputa da Copa Saprissa, disputada na Costa Rica, em que o Coxa foi semifinalista. No ano seguinte, em 2010, defendeu três pênaltis na final da Taça BH diante do Atlético-PR, também sendo o goleiro menos vazado da competição.

 

Victor Brasil #40

Natural do Rio de Janeiro, Victor Brasil é mais uma revelação da base alviverde. Chegou ao clube em setembro de 2011 e em pouco tempo conseguiu conquistar seu espaço no clube. Já na Copa São Paulo de 2012, ele foi um dos destaques do torneio, segundo site que elege os melhores atletas da copinha. Na sequência, foi convocado para a seleção brasileira sub-20, na disputa da Copa Mediterrâneo, disputada ano passado em Barcelona. Com apenas 19 anos, o garoto já fez sua estreia na equipe principal do Coritiba, em confronto diante do Sport, pelo Brasileiro de 2012, no estádio Couto Pereira. Ainda com idade Sub-20, voltou a defender a equipe de Juniores do Verdão na Copa do Brasil Sub-20 de 2012 e na Copa São Paulo de 2013.