CORITIBA FOOT BALL CLUB

160x600 Escudo Errado Não
Elenco - Iago

15/10/2018 14:58:00 ( atualizada em 16/10/2018 12:02:54 )

Homenagem a Dida

Homenagem a Dida
Seu Nome:
Seu Email:
Mensagem:
Marque a opção abaixo

Ex-atleta que será homenageado da partida desta terça-feira (16) acumulou 86 jogos com a camisa do Coritiba

Nesta terça-feira (16), o Coritiba enfrenta o CSA no estádio Couto Pereira e, como já virou uma tradição, em jogos no Alto da Glória, o clube faz uma homenagem a um ex-atleta que teve passagem marcante com a camisa alviverde. Desta vez, o homenageado será Dida.

Com 86 jogos acumulados pelo Coxa, conquistando o Campeonato Paranaense de 1986 e o Campeonato Brasileiro de 1985, Dida receberá uma placa do presidente do clube, Samir Namur, e depois dará uma volta olímpica no estádio, no intervalo da partida, saudando a torcida coxa-branca.

Para quem vier ao jogo, além de poder prestigiar a homenagem, também poderá adquirir um copo personalizado sobre o ídolo, que estará sendo vendido nas lanchonetes do estádio. O objetivo desta ação é exaltar e registrar a história destes importantes jogadores que passaram pelo clube.

Sobre Dida

Marco Aurélio Moraes dos Santos, nascido em Ponta Grossa no dia 26 de outubro de 1965, ficou conhecido no futebol como Dida, apelido que recebeu do pai quando ainda era criança. Grande revelação do futebol paranaense jogando pelo Colorado em 1984, o jovem lateral-esquerdo foi contratado pelo Coritiba em 18 de janeiro do ano seguinte. Destro e com características ofensivas, apoiando constantemente o ataque e o meio-campo, Dida foi titular absoluto na conquista do Campeonato Brasileiro de 1985, ficando fora do time coxa-branca somente nas três primeiras rodadas e entre os meses de abril e junho, quando serviu a Seleção Brasileira de Juniores e conquistou o Campeonato Mundial da categoria. Em julho, ele recebeu outra convocação, mas pediu dispensa para não desfalcar a equipe do Alto da Glória na fase final da competição. As grandes atuações com a camisa alviverde levaram Dida à Seleção Brasileira Principal e à Seleção Olímpica em 1986. No mesmo ano, ele conquistou o Campeonato Paranaense pelo Coritiba, porém atuando na lateral-direita. Dida transferiu-se para o Corinthians em 1987, mas retornaria ao Coritiba em 1994, desta vez para jogar no meio-campo, como volante. Sua despedida definitiva da equipe coxa-branca aconteceu no dia 3 de maio de 1995.